Chocolate: presente dos deuses para a maioria, mas pode ser um castigo para quem tem refluxo

De tão apreciada, a iguaria tem até um dia para ser celebrada, 07 de julho. Porém, é preciso consumir com moderação e escolher opções mais saudáveis Ah o chocolate! Um alimento que de tão apreciado já foi considerado um presente dos deuses. A iguaria, consumida pela humanidade há milhares de anos, era considerada sagrada pelas antigas civilizações Maias e Astecas, povos originários das Américas. O nome científico Theobroma cacao dado ao cacau, matéria prima do chocolate, quer dizer "elixir dos deuses", pois segundo uma lenda maia, seria um presente de entidades divinas aos homens. A iguaria tem até uma data para ser celebrada em todo mundo. 07 de julho é o Dia Mundial do Chocolate. Mesmo sendo considerado um “presente dos deuses” para grande maioria das pessoas, para quem sofre da Doença do Refluxo Gastroesofágico (DRGE) o chocolate pode ser um vilão. Segundo explica a nutricionista Liliam Teixeira Francisco (CRN 2001100044-3), que é membro da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade (Abeso), o doce contém elevado teor de cafeína, substância que irrita a mucosa gástrica, e por isso não deve ser consumido quando se está passando por uma grave crise de refluxo ou quando se está tratando da doença. Mas se você é um apreciador do chocolate, mas sofre com sintomas do refluxo, não se aflija, pois segundo a nutricionista Liliam Teixeira não é preciso abolir totalmente a guloseima de seu cardápio, mas sim consumi-la com a devida moderação. “O ideal no início do tratamento, dependendo da gravidade, seria eliminar o consumo do chocolate por um período, e depois com a melhora, voltar a consumir, mas de forma esporádica. O que não se deve fazer é consumir diariamente”, diz. *Aliado* A nutricionista dá outra dica, além do consumo moderado, optar pelos chocolates que contém mais cacau, pois são de melhor qualidade, têm menor quantidade de gordura e de açúcar na sua composição. Mas se consumido com parcimônia e optando-se por uma composição mais saudável, o chocolate, de vilão, pode se tornar um bom aliado na nutrição, como explica Liliam Teixeira. “É um alimento que tem sim suas propriedades boas, mas isso quando escolhemos as opções que contém 70% ou mais cacau na composição. Um pedaço desse chocolate tem algumas vitaminas e minerais, além de ser rico em flavonóides que são substâncias antioxidantes. Também contém magnésio e o aminoácido triptofano que ajudam na diminuição da ansiedade e mantêm o bem-estar”, informa a nutricionista.

199 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo